Diamantina explorada

Participantes do fHist mostram, em fotos, que aproveitaram muito além das palestras e oficinas do festival - e ainda ganharam assinaturas!

  • A promoção do Festival de História (fHist) de Diamantina, evento idealizado pela Revista de História da Biblioteca Nacional, mostrou que os participantes aproveitaram não só as palestras e oficinas, mas também exploraram as riquezas históricas que a cidade patrimônio mundial da Unesco tem a oferecer.

    Além de igrejas e chafarizes, recebemos fotos de ruas e becos, de detalhes da decoração e da rotina dos moradores de Diamantina que, aliás, demonstraram grande receptividade aos turistas e participantes do festival.

    Confira abaixo os cinco vencedores do concurso que ganharam um ano de assinatura da RHBN. Nossos sinceros agradecimentos a todos que participaram e, claro, que prestigiaram o 1º Festival de História de Diamantina.

     

    - Amilton Augusto Silveira Fonseca, de Divinópolis, Minas Gerais. Foto da Catedral de Diamantina com o sol ao fundo.

      

     

    - Guilherme Augusto do Nascimento e Silva, mestrando em História pela Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ). Usou e abusou de tudo o que Diamantina tinha a oferecer. Na foto, a vista que as freiras tinham das pequenas janelas do Passadiço da Casa da Glória.

     

    - Loyane Félix Nascimento, de Janaúba, Minas Gerais. Foto da Catedral Metropolitana sob o céu nublado.

      

     

    - Ercilandia Silva Peixoto (localidade não informada). A leitora adiantou ter sido difícil escolher as fotos, mas provou ter explorado bem a cidade. Tanto que, nesta foto, ela mostra alguns objetos pessoais que foram de Juscelino Kubitschek, ilustre diamantinense.

      

     

    - Isaac Ribeiro (localidade não informada). Foto de uma das muitas igrejas da cidade, com um chafariz em primeiro plano.

            

Compartilhe

Comentários (0)