Lá se vai 2013...

Manifestações, espionagem internacional, renúncia do papa, PEC das Domésticas. Relembre alguns fatos que marcaram este ano, selecionados por colaboradores da RHBN

  • O ano de 2013 foi incomum no Brasil e no mundo. A começar pela onda de protestos que tomou as ruas do país. Vale lembrar que, após os 20 centavos, a sociedade clamou por uma série de melhorias que, mesmo após tanto barulho, não aconteceram. Na cidade do Rio de Janeiro, por exemplo, o controverso aumento das passagens de ônibus revogado em junho passado pode ser, enfim, colocado em prática. Há informações de que, em janeiro de 2014, o passageiro vai pagar até R$ 3,10 para utilizar o transporte público de má qualidade, enfrentando tráfego intenso diariamente. Ao longo dos meses, a Revista de História cobriu os protestos de perto, não apenas no intuito de relatar o que vinha ocorrendo nas ruas, mas também ouvindo historiadores, sociólogos, antropólogos a fim de explicar e entender o fenômeno. Aqui, no Especial Manifestações, o leitor tem acesso à cobertura completa realizada por nós.

    Mas não foram apenas manifestações que marcaram o ano que passou. Assim que começou, por exemplo, 2013 viu o Congresso Nacional aprovar a chamada “PEC das Domésticas”, um projeto de lei que fez a classe média brasileira tremer: a partir de então, empregada doméstica de carteira assinada passa a ter direitos trabalhistas como qualquer outro profissional. Uma conquista importante, mas que foi relegada ao segundo plano.

    Mais adiante, os fiéis da Igreja Católica viveram momentos de insegurança quando o papa Bento XVI renunciou ao pontificado, sendo sucedido, meses depois, por um cardeal argentino, fato também inédito na história da instituição.

    Reveja, abaixo, alguns fatos que foram história em 2013, segundo colaboradores da RHBN.

    PEC das Domésticas

    Especial Manifestações

    Espionagem internacional

    O ano de dois Papas

    O autorretrato do ano

    O Brasil e a linguagem de violência

Compartilhe

Comentários (1)