Mulheres, museus e memórias

Começa no dia 19 deste mês a 5ª Primavera de Museus, que vai reunir 589 instituições de cultura em atividades em 310 cidades brasileiras

  • 5ª Primavera de Museus acontece entre 19 e 25 de setembro em todo o Brasil“Mulheres, museus e memórias” é o tema da 5ª edição da Primavera dos Museus, que começa no dia 19 e vai até 25 de setembro. Neste ano, o segundo maior evento museológico do país trará à tona a discussão sobre as visões e o papel da mulher na sociedade contemporânea, reunindo mais de 500 instituições museológicas em atividades culturais realizadas em 310 cidades brasileiras. Seminários, exposições, oficinas e espetáculos de dança e música recheiam a programação do evento de Norte a Sul.

    O Museu Histórico de Santa Catarina, em Florianópolis, é um dos exemplos de instituições que criaram uma agenda específica para a temporada. No dia 21 deste mês, por exemplo, ocorre em seu auditório uma palestra intitulada “Dança da ratoeira: uma herança trovadoresca na cultura catarinense?”, com intuito de discutir a possível relação histórico-cultural entre o trovadorismo português e a presença da dança da ratoeira na região. Dentro do museu, uma exposição relacionada ao tema já foi aberta ao público.  A programação completa está no site do MHSC.

    A cidade de Campo Grande também não está de fora da rota da Primavera. Lá, o Museu da Imagem e do Som, por exemplo, receberá a mostra “Mulheres e memórias de Mato Grosso do Sul”, que vai reunir uma série de filmes do acervo do MIS dirigidos por mulheres cineastas do estado. A exposição inclui a videoinstalação “História de T. Lídia Baís”, produzida por Helton Perez e Rodolfo Ikeda, que tem por objetivo contar um pouco da história desta artista plástica por meio de fotos, vídeos e objetos pessoas que marcaram a vida dessa sul-matogrossense. (veja os horários e a lista de filmes em exibição aqui).

    Mais para o leste do mapa nacional, precisamente na cidade histórica de Ouro Preto, Minas Gerais, “Mulheres, museus e memórias” receberá um tratamento especial. O Museu da Inconfidência preparou uma lista de afazeres para quem estiver interessado em entrar em contato com o universo do patrimônio material e imaterial do Brasil. Logo no sábado, dia 17, a serra da cidade terá sua história exposta em uma caminhada cultural, chamada “Memória em movimento”. O percurso será coordenado e apresentado por guias de turismo locais: a saída está marcada para 8h da manhã e chegada prevista para 15h (quando ocorre uma apresentação de coral). No domingo, o auditório do Anexo 1 do museu recebe a mostra “Cinema e moda”, que vai até o dia 24 de setembro, exibindo sempre às 14h um longa-metragem que represente um período específico da história da moda mundial. Veja os horários aqui.

    Também será composta de filmes a programação especial do Museu Imperial de Petrópolis, nesta quinta edição da Primavera de Museus.  Além da exibição de longas durante os dois primeiros dias do evento (19 e 20), o MIP organizou palestras sobre cinema e história com professores de universidades do estado - como a que ocorre no dia 21 de setembro, comandada pela educadora Ana Chrystina Mignot, da Uerj. Mas para quem não pode se deslocar até a serra carioca, está rolando na internet uma exposição chamada “Mulheres, Museu Imperial e memória”, acessível por meio do endereço www.museuimperial.gov.br até o dia 31 de outubro.  Neste portal, o internauta também pode conferir os detalhes do que acontecerá na antiga morada de D. Pedro II nos próximos dias.

    Em São Paulo – capital – quase 30 museus e espaços culturais se inscreveram nesta edição do evento. Entre elas está o Museu Lasar Segall, o qual oferecerá oficinas que visam discutir o feminino na obra do artista plástico, além de ensinar técnicas de desenho e gravura para os participantes dos encontros.

    A programação completa da Primavera de Museus – em todos os estados e cidades do Brasil - pode ser acessada por aqui.

     

Compartilhe

Comentários (0)