Participe > Fórum > Sala de aula

Tablets em sala de aula + RESPONDER

Na edição de maio da RHBN, uma reportagem sobre o uso de tablets nas salas de aula abre espaço para perguntas. O que você acha do uso desta tecnologia como ferramenta didática?

Postado em 21/05/2012 às 11:07 por Alice Melo

Tablets em quais escolas?

1. A reportagem da revista fala em "sucesso no mundo". Qual??? É citado apenas "algumas escolas norte-americanas"... 2. E em quais escolas? Falta-nos, na absoluta maioria dos casos, prédios adequados, bibliotecas, funcionários, água, luz, banheiros... e professores! 3. O tablet em si é insuficiente: internet banda larga é um sonho distante. 4. Finalmente, mas não menos importante, a questão da segurança. Dentro das escolas é precária, fora, nenhuma. Alunos andando com mercadoria facilmente transformada em moeda de troca... 5. São motivos para não discutir seu uso. Claro que não. Apenas para colocar a discussão no seu devido lugar.

Postado em 27/05/2012 às 03:54 por Almir Ribeiro - #1

Aplicativos para uso educacional

Eu fico muito curiosa quando vejo reportagens que incentivam o uso de tablets em sala de aula. Mas o que me interessa mesmo é conhecer os aplicativos disponíveis para, a partir deles, poder pensar em criar métodos próprios e coletivos para trabalhar os conteúdos escolares, mesmo com indisponibilidade de internet. Eu não possuo um tablet, e conheço pouco de seus recursos. Sou favorável ao uso de recursos de informática em aulas, e proponho, dentro dos recursos disponíveis, a interação por meio de mídias digitais. Acho que para haver investimento em tablets, tem que haver treinamento, discussão, e preparação de professores e alunos (que podem, sim, aprender juntos). O que é estranho é que haja investimento em tablet antes de haver investimento em estruturas básicas da escola.

Postado em 04/06/2012 às 11:14 por Vanessa Soares de Paiva - #2

O Problema dos Tablets

Como controlar o uso dos tablets no momento da aula? Se não houver bloqueios para FACEBOOK, ORKUT, MSN, ETC, será quase impossível conseguir dar aula...não sou contra o tablet, mas é preciso criar mecanismos para evitar a dispersão, que já enorme com os celulares.

Postado em 10/06/2012 às 09:59 por luciano - #3

Os educadores tem de se inteirar as inovações tecnológicas e utiliza-las em sua pratica pedagógica.

Concordo que a educação brasileira tem inúmeros problemas bem antigos e alguns bem recentes como o de incorporar as novas tecnologias existentes no meio escolar, principalmente pelo fato dos professores serem resistentes a essas mudanças. Não devemos nos omitir ou simplesmente criticar as falhas na educação de nosso país, devemos nos preparar para melhor aproveitar aquilo que está ao nosso alcance ou pelo menos estarmos preparados em absorver esses novos conhecimentos para reverte-lo em resultados positivos em nosso trabalho. Que venham os tablets!!!

Postado em 12/06/2012 às 11:53 por Cristiano Gomes Lopes - #4

Bloquear resolve?

Pessoal, penso o seguinte: se nem em uma sala de aula convencional é possível fazer com que todos, sem exceção, prestem atenção e estejam 100% envolvidos com a aula, imagine querer que todos os alunos estejam empenhados igualmente em uma tarefa executada em um computador/tablet/smartphone, fazendo essa tarefa parte de uma proposta pedagógica. Bem, o aparelho eletrônico pode ser extremamente atrativo, e num primeiro momento os alunos vão querer explorá-lo, fazer coisas que não têm a ver com a proposta do professor. E sabem o que acho? Que o aluno pode ter esse momento, para se inteirar das informações disponíveis para ele, seja quais forem. Esse momento, suponho, pode durar uns 10 minutos, por exemplo (que é um tempo que normalmente se perde em aula com "chamadas de atenção", a própria chamada, etc., etc.). Ok. Feita a proposta de atividade, o professor pode monitorar, acompanhar o que fazem os alunos, e motivá-los para a atividade. Quem cumpri-la, ok, passa para a etapa seguinte. Quem não a cumprir, deve fazer algo a mais para se comprometer com a tarefa. Há casos também em que se pode usar a rede social como ferramenta da própria turma. Já vi em aula de literatura os alunos criarem perfis dos personagens da obra que estão estudando e fazer tais personagens interagir conforme são na ficção. Achei muito interessante a proposta! Também há casos de grupos da turma em redes sociais, para troca de materiais os mais diversos. Pode ser produtivo também!

Postado em 14/06/2012 às 12:46 por Vanessa Soares de Paiva - #5

Tecnologia não faz falta, humanidade sim

A Revolução Industrial do século XIX, foi o Big Bang da nossa modernidade. Quase tudo presente no mundo hoje, são ecos daquela revolução. O ruim disso é que parece estarmos pulando etapas. Precisamos de mais humanidades do que tecnologias. É quase piada, falarmos em tablets nas salas de aula, quando alunos e professores estão perdidos em questões de currículos. O que aprender e ensinar hoje? Acredito que antes de tudo, Ética para lidarmos com estes modismos modernosos e nossa falta de rumo na escola.

Postado em 26/06/2012 às 09:59 por Pedro Luiz Batista - #6

Tablets em sala de aula

Acredito que para funcionar com novas tecnologias a escola e seus integrantes precisam primeiro perder o medo do impacto que isso vai causar. Os próprios alunos, de início, não saberão muito bem como lidar com elas. O aprendizado espontâneo é bem recebido mas o aprendizado formal tem muito o que mudar. E mudar dói. Que o digam os adolescentes. Mas acredito também que o caminho se faz ao caminhar. Ninguém pode ser profeta da tecnologia. O amanhã ainda está por vir e só saberemos se chegarmos ao amanhã, portanto, por favor, caminhemos.

Postado em 04/10/2012 às 01:30 por Sebastião Vieira do Prado - #7

Tecnologias na sala de aula

A sala de aula não se resume as 4 paredes. Ela pode ser bem maior e mais interessante. Uso blog , twitter e redes sociais em minhas aulas de História. Meu alunos usam tablet, e fora os problemas técnicos, quando são incentivados a pesquisar, usar o senso crítico , me surpreendem. Sou plenamente favorável ao uso dessas ferramentas que por sinal não substituem o professor, ao contrário, nos valorizam mais a partir do momento em que damos sentido a elas, no momento em que mostramos aos educandos que a internet pode ser usada pra aprimorar conhecimentos, para produzir conhecimentos. Uso blog ha quase 3 anos e tenho obtido grande sucesso com essa ferramenta que pode ser acessada de tablets e celulares. Com isso a interação é maior, diminuiu bastante o uso de papel. Os problemas com o aprendizado, preguiça, desinteresse sempre existiram e vão continuar a existir independente das novas tecnologias. Os professores tem que experimentar, procurar se atualizar e só depois reclamar ou criticar. Tentem!! Vejam o blog que eu uso como ferramenta de ensino-aprendizagem, várias reportagem já saíram sobre o meu trabalho e isso é gratificante. http://www.profisabelaguiar.blogspot.com.br/

Postado em 07/12/2012 às 07:38 por ANA ISABEL BRAGA DE AGUIAR - #8

Se nao quer tecnologia,entao ta ruim.

Eu tenho 13anos,e se eu fala que devia deixar os alunos ter acesso ao tablet na sala de aula,todos falaria que eu falei isso porque eu ia poder fica no meu tablet todas as aula.Mais nao e bem assim,eu acho que devia deixar sim,porque o celula nao e, permitido porque ele toca e atrapalha a explicaçao do professor,e o tablet que nem barrulho faz?mas se nao poder ter tablet na sala de aula podia ter pelo menos na hora do recreio ,na minha escola nem o celula na hora do recreio e permitido isso nem os professores repeita,quer dizer que o celula dos professores pode tocar na sala e o dos alunos nao?e o tablet poderia melhorar a voz do professor ees vivi fazendo cirugia para nao perder a voz!!!:-)

Postado em 12/01/2013 às 12:35 por ingridy - #9

Novas tecnologias

Sou muito a favor as novas tecnologias em sala de aula. Partindo do ponto que a geração Y vi~encia as transformações tecnológicas a todo tempo, os educadores juntamente com as escolas devem encontrar novos mecanismos para a permanência de interesses no estudo. As redes sociais são grande alíadas, claro que dentro da sala o acesso tem que ser limitado, sites, aplicativos tem que ser controlados para um melhor desempenho. Hoje, os alunos estão em busca de novidades, um mercado tão amplo tecnológico não pode ser esquecido e não ser utilizado positivamente em aula.

Postado em 29/06/2013 às 11:39 por Diego medeiros - #10